Em Macau, o tempo arrefeceu um pouco mas continuamos com máxima de 20ºC. Normalmente levamos nisto meses, até que chega um dia e a temperatura desce 10ºC da noite para o dia e toca de tirar os casacos de Inverno à pressa dos sacos de vácuo. Já em Portugal, parece que já se anda de cachecol e casacão, há umas semanas.

Mas falando de pele e não de roupa (não sou muito fashionista), o tempo frio e o vento, acompanhados de banhos quentes e baixa humidade dentro de casa devido aos aquecedores, podem afetar a pele. Assim, a chegada do Outono/Inverno pede não só por casacões como por mudanças ou ajustes na rotina de pele.

A pele no Inverno

No inverno, devido às baixas temperaturas e ao vento a pele fica mais facilmente desidratada e sensível, com sensação de repuxamento, picada e possível descamação. Não só as peles secas são bastante afectadas, mas também as peles oleosas e mistas. Muitas vezes, o que se observa é que as pessoas com peles oleosas ou mistas, “negligenciam” a hidratação da pele por acharem que não precisam, acabando por serem as mais ressentidas no inverno.

Felizmente para a minha pele seca, o Inverno em Macau é sempre muito fugaz e por isso a minha pele não sofre tanto como em Portugal.

O que fazer?

Evitar banhos prolongados quentes

Quem nunca? Apesar de serem tão apetecíveis, os banhos quentes podem promover a desidratação da pele. A água quente remove os lipídos da nossa pele (barreira lipídica), responsáveis por manter os níveis de hidratação.

Optar por uma limpeza suave

Tanto na cara como no corpo. Evite sabonetes e produtos com ingredientes activos (por exemplo: ácido ascórbico ou hidroxiácidos) no passo da limpeza. Optar por óleos lavantes para o corpo (Atoderm Óleo Lavante da Bioderma) e leites ou geles para o rosto (Flawless Cleanser da Dr. Sam Bunting e o gel Sensibo da Bioderma ou o Leite Desmaquilhante Suave da Caudalie), dependendo do tipo de pele.

Acalmar, nutrir e hidratar, incluindo mãos e lábios

Muitas vezes, no inverno, é preciso mudar o hidratante para algo mais rico, mais nutritivo (ricos em ingredientes emolientes), de maneira a ajudar a recuperar o filme hidrolípidico da pele (Skinceuticals Emollience, uma boa opção para peles mistas a secas). Se a pele for oleosa e estiver apenas desidratada, usar um sérum/booster concentrado em ácido hialurónico (Medik8 Hydr8 B5 Intense, o meu sérum actual) antes do creme usual poderá ajudar a combater a desidratação.

Para as peles mais sensíveis, para além dos cuidados acima referidos, acalmar a irritação e vermelhidão será a prioridade, e o gel calmante Skinceuticals Phyto-Corrective, poderá ser uma boa opção.

Para as mãos e lábios os meus favoritos de inverno são o Creme de Mãos Concentrado da Neutrogena e o Bariéderm Bálsamo Reparador Cica-Lips da Uriage.

Seguem alguns ingredientes que ajudam a combater a desidratação e irritação:

  • Ácido hialurónico
  • Esqualano
  • Ácidos Gordos
  • Ceramidas
  • Glicerina
  • Aveia
  • Extrato de pepino (Cucumis sativus)
  • Óxido de zinco
Evitar ingredientes deslipidantes ou sensibilizantes

Com a pele mais fragilizada pelo frio, e principalmente se a pele for tendencialmente sensível, o melhor é espaçar a exfoliações e o tratamento com retinóides. Além disso, deverá evitar ingredientes que poderão aumentar a sensibilização. Exemplos: álcool desnaturado (ou etanol), hidroxiácidos e retinóides

Usar óleos faciais

Esta pode ser uma opção bastante interessante pela ação emoliente e oclusiva dos óleos, retendo a hidratação da pele enquanto a amaciam. As peles secas e/ou maduras serão as mais beneficiadas (The Inkey List Squalane, The Ordinary 100% Pressed-Cold Virgin Marula Oil e o Caudalie Premier Cru Oil são óptimas opções). Por incrível que pareça, até as peles oleosas poderão beneficiar do uso de óleos, pelas suas propriedades cicatrizantes (Rose Hip Oil da Trilogy) e uma vez que nem todos são comedogénicos.

As peles sensíveis, por sua vez, deverão ponderar melhor o seu uso devido à presença muitas vezes de óleos essenciais, potencialmente irritantes.

Seguem alguma destas dicas? Como tratam a vossa pele no tempo mais frio?